Ruas ganham mais cinco canos de vida útil com microrrevestimento em Campo Grande

A Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos programou, nos próximos 60 dias,   60,8 quilômetros de microrrevestimento, serviço de manutenção que pode estender por mais cinco anos a vida útil do pavimento das ruas onde for aplicado.

Desde o final de agosto já foram executados 6,170 km, abrangendo ruas no entorno do Parque Ayrton Senna, no Aero Rancho, acesso ao conjunto Coophasul (Rua Cotegipe);  ruas Vicente Solaris (Vila Bandeirantes) e Marcínio dos Santos (Chácara Cachoeira).

Conforme a assessoria, na quarta-feira (12), o serviço foi executado num trecho de 850 metros da Rua Fraiburgo (entre a avenida Gury Marques e a Rua Ipamerim), uma das principais vias de acesso às Moreninhas. Hoje (13), o trabalho está programado para a Rua Ricardo Frango, numa extensão de 1,4 km, entre a Avenida Julio de Castilho e Rua Fernando de Noronha.

Os engenheiros da Sisep levantaram 112 quilômetros de vias onde o asfalto está em condições de receber o microrrevestimento em toda a cidade. O material prolonga o tempo de vida útil do asfalto, evita o surgimento de buracos, sobretudo depois de chuvas.

Pelo cronograma de serviço elaborado pela Sisep, na região Urbana do Anhanduizinho serão executados 8,1 quilômetros de microrrevestimento em importantes eixos viários: avenidas Tancredo Neves; Ezequiel Ferreira; Lagoa da Prata (acesso à região do Lageado e Dom Antonio Barbosa) e Ana Luiza de Souza, principal rua comercial do Pioneiros e Jardim Botafogo.

Na região do Bandeira, que terá 7,4 km de manutenção realizados, a programação atenderá várias ruas das Moreninhas: Palmacia, Anacá, além da Fraiburgo e a Rua Planalto, região da Vila Progresso. Na região urbana do Centro, que terá 11,6 km de microrrevestimento, o serviço atenderá sete ruas, incluindo a Amazonas, Rio Grande do Sul, Sebastião Lima e Arthur Jorge.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here