André Bitencourt tenta justificar valores gastos na construção de guarita e emenda fica pior que soneto

Apesar de ter afirmado na Tribuna da Câmara de Três Lagoas que gastou cerca de R$ 48 mil na obra, o custo final foi de mais de R$ 61 mil, o que causou estranheza em cidadãos três-lagoenses

Vereador André Bitencourt foi à tribuna se defender _ José Gomes/Arquivo

Por ter gastado mais de R$ 61 mil para construir uma pequena guarita na Câmara Municipal de Três Lagoas, o presidente daquela Casa de Leis, André Bitencourt (PSDB), candidato a deputado estadual nestas eleições, vem passando por mais bocados perante os colegas e em especial diante do olhar da população que desconfia que a obra pode ter sido superfaturada.

A denúncia do gasto excessivo para a construção de uma guarita na edilidade três-lagoense foi levada a público pelo Caderno Três Lagoas do jornal Impacto e caiu como uma bomba cidade, principalmente depois que o programa “A Bronca do Eli” repercutiu a notícia na Rádio Diamante FM e o áudio com a denúncia viralizou nas redes sociais, em especial no Facebook.

Inconformado com a máscara que caía, o vereador André Bitencourt subiu à Tribuna da Câmara Municipal de Três Lagoas e desqualificou o áudio veiculado nas mídias sociais, afirmando que era um produto de “fakenews” por não possuir CNPJ, motivo pelo que ele nem poderia processar o autor da denúncia. Na verdade, ele nem pensa em processar porque o áudio contém denúncia verdadeira embasada em documentos.

Ao se defender, André Bitencourt confessou, em plena tribuna, ter gastado cerca de R$ 48.000,00 para a construção da guarita, o que não é verdade, pois o gasto foi de exatos R$ 61.047,70, uma vez que, através da Tomada de Preços 01/2017 e Processo 144/2017, a Câmara Municipal de Três Lagoas, por meio do senhor presidente André Bitencourt, contratou a empresa Construtora Jupiá Ltda. para fazer o “serviço de execução de obra de uma guarita na Câmara Municipal de Três Lagoas, conforme memorial descritivo, cronograma físico-financeiro, memória de cálculo, planilha orçamentária e projetos técnicos”.

Fac-simile do termo de adjudicação e homologação da licitação que foi assinado pelo presidente André Bitencourt no dia 20 de novembro de 2017

Pela execução do contrato a Construtora Jupiá recebeu o valor de R$ 55.047,70, segundo pode se constatar no termo de adjudicação e homologação da licitação que foi assinado pelo presidente André Bitencourt no dia 20 de novembro de 2017. Já a homologação do processo licitatório foi publicada no Diário Oficial dos Municípios do Estado de Mato Grosso do Sul no dia 21 de novembro do ano passado.

Mas, o custo final da guarita famosa da Câmara Municipal de Três Lagoas não ficou só nisso, não. Posteriormente, no dia 20 de dezembro de 2017, a Mesa Diretora da Câmara Municipal, tendo André Bitencourt como presidente e ordenador de despesas, assinou contrato com a empresa Wenzel Arquitetura, Projetos Técnicos e Consultoria Ltda., contratando seus serviços cujo objeto do contrato, com valor de R$ 6.000,00, era nada mais nada menos do que “acompanhar a construção da guarita da Câmara Municipal de Três Lagoas”.

Fac-simile do contrato de fiscalização da obra ao preço de R$ 6.000,00

Sintetizando, a soma da execução da obra (construção da guarita) com os recursos despendidos com a fiscalização do andamento da obra gigante totaliza R$ 61.047,70, valor bem superior aos R$ 48 mil que ele diz que gastou e que já foi considerado exorbitante pelos três-lagoenses como se pode ver nas postagens veiculadas na página do vereador/candidato a deputado estadual.

O internauta, cidadão e eleitor três-lagoense Álvaro Fernando, por exemplo, comentou que a tal guarita tinha preço de uma casa. Outro internauta que, posteriormente, teve seu post apagado, questionou, em tom de gozação, o número de pavimentos que tinha a guarita, uma vez que com R$ 50 mil se constrói no Brasil uma moradia para uma família contendo um quarto, sala, cozinha, banheiro, área de serviço e pode apostar que ainda sobra troco.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here