Às vésperas do encerramento das inscrições, Enem já contabiliza 5 milhões de inscritos

Cinco milhões de estudantes já se inscreveram no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), de acordo como Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), até esta quinta-feira (16). As inscrições terminam amanhã (17), às 23h59, no horário de Brasília, e devem ser ser feitas pela internet, na Página do Participante.

Uma dica, de acordo com o Inep, é não deixar para se inscrever de última hora da hora, pois são comuns os picos de acesso ao sistema de inscrição nos últimos minutos.

Neste ano, os participantes estão usando mais o celular e o tablet para fazer a inscrição no Enem. De acordo com o Inep, até ontem (15), cerca de 60% dos candidatos haviam feito a inscrição por esse meio. Em 2018, apenas 30% do total de inscritos usaram as plataformas móveis.

O valor da inscrição este ano é R$ 85. O pagamento deve ser feito até o dia 23 de maio, próxima quinta-feira.

Segundo o Inep, do total de inscritos até o momento, 53% tiveram a isenção aprovada. Para receber este benefício, os participantes que atendiam aos critérios estabelecidos pelo Ministério da Educação (MEC) tiveram que solicitar o não pagamento. Para participar do exame, esses candidatos devem também fazer a inscrição até amanhã.

Prova

O Enem será aplicado nos dias 3 e 10 de novembro, os dois primeiros domingos do mês. No primeiro dia de prova, os participantes responderão a questões de linguagens e ciências humanas e farão a prova de redação. Para isso, terão 5 horas e 30 minutos. No segundo dia, os estudantes terão 5 horas para resolver as provas de ciências da natureza e matemática.

Os gabaritos das provas objetivas serão divulgados no Portal do Inep e no aplicativo oficial do Enem até o dia 13 de novembro. A data do resultado final ainda não foi divulgada.

As notas do Enem podem ser usadas para ingressar em instituição pública pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), para obter bolsas de estudo em instituições particulares de ensino superior pelo Programa Universidade para Todos (ProUni) e para obter financiamento pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here