Via de acesso ao Parque dos Poderes sofre com buracos na pista

0
0

A situação é tão crítica no município de Campo Grande que não tem um morador ou visitante que não reclame das condições de tráfego da Capital. Ao andarmos pela cidade vemos diversas equipes da Prefeitura realizando obras de Tapa-Buraco, porém, sabemos que a longo prazo essa atitude não irá atender as necessidades da população, uma vez que não tem durabilidade.

Entramos em um período de chuvas constantes, e a cada dia que passa os buracos aumentam, trazendo transtornos e acidentes a população. Quando paramos para conversar com a população sobre o asfalto da cidade escutamos que já trocaram de 3 a 4 pneus em um mês, que tiveram que solicitar ajuda, pedir pneu emprestado, pois já não dão conta de comprar o próprio.

Para o bolso da população, pesa um pneu aro 13 (dos mais populares) está em média R$ 130 a 250 reais, dependendo de onde for comprado, já o aro 16 em média R$ 200 a R$ 400 reais. Além de todos esses gastos, o excesso do preço do combustível também tem sido alvo de várias reclamações.

O Jornal Impacto MS entrevistou um usuário da via que passava no momento, o qual não quis se identificar, “Uso a via de acesso para chegar ao meu trabalho, se não vier por aqui, tenho que dar uma volta maior para chegar ao meu trabalho. Não há um só lugar na cidade, onde a prefeitura não tenha feito um remendo e o buraco não abriu novamente. Além dos buracos, os problemas com os automóveis causam enormes transtornos a nós usuários. Eu mesmo já tive o pneu do meu carro furado, 3 vezes em menos de 1 mês por causa de buraco”, afirma.

De fato, o problema dos buracos por conta de um asfalto frágil e precário tem ocorrido todos os anos, e com a chegada do período chuvoso, entre outubro e maio, a situação piora e a prefeitura não consegue manter as ruas adequadas para o trânsito.

É possível andar por alguns bairros da cidade e ver máquinas da prefeitura trabalhando na tentativa de solucionar o problema, porém, em algumas regiões os buracos acabam se estendendo por não serem tratados de imediato. Como é o caso da Rua Jamil Felix Naglis, na Vila Nascente, uma das vias de acesso ao Parque dos Poderes, a qual dá acesso a Receita Federal, Tribunal Regional Eleitoral, Polícia Militar, entre outros órgãos do governo estadual de Mato Grosso do Sul.

O pedido de tapa-buraco foi solicitado a vereadora Enfermeira Cida Amaral, a qual solicitou a Sisep  (Secretaria de Infraestrutura e Segurança Pública) no começo do mês de Dezembro de 2017, porém até o momento nada foi realizado para amenizar o problema.

O buraco tem crescido cada vez mais, aumentando os riscos a acidentes e causando transtornos a população.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here