NOVA ANDRADINA

CCZ realiza treinamento de prevenção de acidentes com animais peçonhentos

Foi realizado na última semana, no auditório do Instituto Federal de Mato Grosso do Sul, de Nova Andradina, o treinamento de Prevenção de Acidentes com Animais Peçonhentos.  Estiveram presentes aproximadamente 20 pessoas entre professores, técnicos e profissionais de campo.
 
O biólogo e entomólogo do CCZ, Jhoy Alves Leite, esteve presente apresentando os principais animais peçonhentos, que são os escorpiões, serpentes, aranhas, abelhas, taturanas.
 
Os animais peçonhentos possuem estrutura especializada para inoculação da toxina, que está ligada à glândula produtora/armazenadora do veneno.
 
Jhoy também destacou o perigo da presença de entulhos e lixos, pois criam um ambiente agradável à escorpiões, serpentes e aranhas.
 
“Hoje no Brasil o número de acidentes são maiores com escorpiões, seguido por serpentes, aranhas e demais. Na ocorrência de acidente com peçonhentos recomenda-se lavar com água e sabão a região atacada, manter o paciente deitado, e levado imediatamente para o hospital. Jamais deve contar, ou chupar, ou amarrar a região da picada”, disse o biólogo. 
 
Para prevenir acidentes com peçonhentos:
– mantenha as habitações e proximidades limpas e organizadas, livre de materiais de construção, entulhos e lixo.
– tapar buracos e frestas de paredes, janelas, portas e rodapés.
– bater calçado antes de usar e andar sempre calçado.
– antes do uso agite roupas pessoais, de cama e banho.
– em ambientes de risco faça uso de EPIs (bota, meião, caneleira, luva de couro).
 
Os cabos Amarante (Corpo de Bombeiro) e Fialho (Polícia Ambiental) instruíram como fazer uso da pinça com instruções prática de coleta e soltura de serpentes.
 
“O Centro de Controle de Zoonoses é uma unidade de saúde que está em Nova Andradina para desenvolver ações de vigilância, prevenção e controle das zoonoses e dos acidentes com animais. Sempre que demandam ações como estas fazemos com grande satisfação. Creio que as informações repassadas contribuirão para evitar que acidentes com estes animais ocorram e caso aconteça saberão como melhor agir”, afirmou Jhoy Alves.
 
A responsável pela atividade foi a enfermeira Daniela Bulcão Santi. “A colaboração dos profissionais do Centro de Controle de Zoonoses, Polícia Militar Ambiental e do Corpo de Bombeiros para prevenção de acidentes com animais peçonhentos no IFMS é essencial para garantir a conscientização e conduta adequada nessas ocorrências. Foi muito importante a ação para que a nossa comunidade acadêmica conhecesse o que podemos fazer e o quanto estes serviços podem nos auxiliar”, expôs ela. 
 
Para mais informações, é só entrar em contato com profissionais do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) na Rua Planejada B 100, Celina Gonçalves, 3441-4715.