Reconhecimento aos artesãos marca a entrega da Medalha Conceição dos Bugres

0
6

A Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul realizou nesta quarta-feira (21/3), a partir das 19h30, no Plenário Deputado Júlio Maia, a Sessão Solene Dia do Artesão Medalha Conceição dos Bugres, por proposição da deputada Mara Caseiro (PSDB), 3ª vice-presidente da Casa de Leis. A honraria é destinada a pessoas e entidades que se destacaram na produção artesanal em Mato Grosso do Sul e foi instituída pela Resolução 04/2013.

No evento, que integra as festividades da 11ª Semana do Artesão de MS, foi exibido um documentário sobre a artista Conceição dos Bugres, mostrando a vida simples que ela levava e seu trabalho como artesã. Conceição era gaúcha e veio para o Mato Grosso do Sul ainda criança, quando passou a conviver com os indígenas. Esculpia os bugres nas madeiras que coletava na mata em volta de onde morava e encerava as peças com cera natural de abelha. Após sua morte, em 1984, seu trabalho foi continuado pelo seu neto, Mariano Antunes Cabral Silva, que tem o seu nome cunhado na Medalha Conceição dos Bugres.

O deputado estadual Junior Mochi (PMDB), presidente da Casa de Leis, destacou a importância de valorizar o trabalho artesanal feito em Mato Grosso do Sul. “É um ato de reconhecimento àqueles que no dia-a-dia fazem a diferença através da identidade do Estado expressada no trabalho das suas mãos, no seu artesanato. De modo especial eu homenageio a Sandra Conceição da Silva, pois, sem sombra de dúvida, a cidade mais enfeitada e bela no natal do Estado é São Gabriel do Oeste, com o projeto ‘Luzes no cerrado’, e todo esse trabalho é feito com materiais recicláveis”, ressaltou.

A deputada estadual Mara Caseiro lembrou que a história do Estado vive por meio do artesanato. “É muito bom homenagear artistas que estão materializando sonhos por suas mãos e levando a  riqueza cultural do Estado a todos os lugares. Conceição é motivo de inspiração para todos nós. Pelo trabalho dela e de vocês artesãos hoje homenageados percebemos a importância da profissão de vocês que perpetuam tradições e culturas, além de representar muito para o setor da economia. Também é preciso estimular e garantir segurança para que os artesãos continuem contribuindo com o país, é preciso fomentar políticas públicas. Esta medalha não é apenas para reconhecer o trabalho de vocês, mas também para proteger o trabalho de cada artesão”, declarou.

A artesã Indiana Marques, presidente da Associação de Produtores de Artesanato e Artistas Populares de Mato Grosso do Sul (Proarte), mencionou os anseios da categoria. “Esta condecoração é muito importante, pois a Conceição é nosso maior ícone, representando a todos nós artesãos do Estado. Os nossos artistas populares estão nas galerias do Brasil e do mundo pois eles representam um povo, contam uma história, dizem a que vieram, são artes exclusivas e únicas. O artesanato tem um valor inestimável, então peço para toda a população sul-mato-grossense olhar com carinho para artesanato, pois ele pode ornar sua casa contando uma história desse povo e desse chão. Rogo também aos políticos um olhar carinhoso para nós. Somos o Estado mais bem falado e mais reconhecido, pois aqui trabalhamos a madeira, a cerâmica, o osso, o chifre, e tantas outras matérias-primas, é uma riqueza”, revelou.

Athayde Nery de Freitas, secretário de Estado de Cultura e Cidadania, destacou as possibilidades que o Estado oferece em termos de arte. “Precisamos nos empenhar em ter o artesanato em nossas casas, esta semana do artesanato homenageia também o senhor João Manoel, que faleceu ano passado, que fazia os carros de bois, símbolo dos pantaneiros sul-mato-grossenses. Conceição e ele são nossa matriz cultural. Sem dúvida nenhuma, Mato Grosso do Sul é o Estado que mais tem essas manifestações culturais maravilhosas e a capacidade de apresentação de conteúdos que podem ser aproveitados pelos artesãos. Precisamos, cada vez mais, transformar isso em um legado para saber de onde viemos e para onde vamos”, registrou

Renata Leoni, superintendente de cultura do município de Campo Grande, parabenizou os homenageados. “Trago nesta noite um abraço da secretária municpal de Cultura e Turismo, Nilde Brum, parceira de vocês de longa data. Já tivemos um pequeno exemplo do que a secretaria pretende fazer no segundo semestre, uma feira de artesanato permanente na ‘Cidade do Natal’. Estamos na secretaria para recebê-los e atender as reivindicações de vocês”, informou a superintendente.

Homenageados – Receberam a Medalha Conceição dos Bugres Rachel Mascarenhas Barcelos, Regiane Ribeiro Rosa, Edir Mendes Flores, Deise Helene Garcia Goes, a Associação de Mulheres Arts Fish, Sandra Conceição da Silva, Demerval Lemes Cipriano, José Ferreira de Sousa, Ataide Charão Fernandes, João Aldo Carneiro, Edson Martins Capilé, Esmeralda de Oliveira Santos, Irene Dionísio de Araújo, Maria José Nantes Simioli, Cybele Araújo de Almeida, Katienka Klein, Isabel Doering Muxféldt, a Associação dos Artesãos de Sidrolândia, Elenir Ruth Costa Cação e Debora Adriana Chita.

A artesã Regiane Ribeiro Rosa falou em nome dos homenageados. “Os artesãos aqui presentes são as estrelas da noite. Gostaríamos então de agradecer a Deus o dom da arte para perpetuarmos a cultura de nosso Estado. A arte e o artesanato serão eternos em nossas vidas e a gratidão que sentimos não pode ser traduzida em apenas uma palavra, pois somos gratos por todos que passaram por nossas vidas profissionais, acrescentando a nós sempre um pouco mais de criatividade, um muito obrigado pela honra de sermos homenageados”, agradeceu.

Também participaram da sessão solene os deputados estaduais José Carlos Barbosa (PSB), Enelvo Felini (PSDB) e Dr. Paulo Siufi (PMDB).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here