Uma gama de aplicativos de celular já está disponível para quem busca transporte particular na Capital. Principal concorrente do Uber, a 99 POP,  ainda não caiu no gosto do público campo-grandense e a empresa norteamericana continua sendo a escolha na maioria da população.

Nem mesmo o tradicional táxi conseguiu continuar reinando na preferência dos usuários. Atualmente, as pessoas procuram o transporte alternativo alegando mais agilidade e melhor preço. Porém, quando o assunto é segurança, os usuários ainda ficam divididos.

Os usuários da Uber são das mais diferentes idades. Ivete Alves, 56 anos, afirma que quando os carros da família estão com os filhos, ela não hesita em ligar o celular e solicitar o serviço do aplicativo.

Cliente da Uber há cerca de seis meses, a professora só vê benefícios no serviço. Quando o assunto é segurança, a moradora do Monte Líbano confessa ainda preferir o táxi, mas a agilidade e o menor preço são as prioridades.

“Às vezes eu fico um pouco insegura e, por isso, presto bastante atenção no histórico dos motoristas, mas nunca tive problemas. Só ouvi coisas boas também sobre a Uber e por isso sou usuária fixa e não troco ele por 99 POP, esse aplicativo nem tenho no celular”.

Elias Leite, 22 anos, não concorda com a opinião da professora. Para o programador, além de ser mais prático, a Uber também é mais segura, já que o aplicativo possui o contato dos profissionais.

“Eu uso o aplicativo faz um ano e acho mais seguro que o táxi porque tudo que o motorista faz fica gravado no seu celular. Hoje em dia não tem mais essa de insegurança, a empresa é bem conhecida, diferente da 99 POP que nem sei o que é.”