Presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, deputado estadual Junior Mochi, lamenta em nome de todos os deputados estaduais e servidores, a morte do servidor público llson Martins de Figueiredo, 62 anos. Policial Militar da reserva, ele era Gerente da Gerência de Segurança e Polícia Legislativa da Casa de Leis, onde trabalhava desde 2015. Também foi decretado luto oficial de três dias, sem paralisação das atividades, em homenagem ao servidor.

A Assembleia Legislativa presta condolências à família e amigos e acredita no trabalho de investigação das forças policiais e na responsabilização dos envolvidos. llson Martins de Figueiredo era casado e deixa três filhos.