Possibilidade de safra recorde pressiona valores

 

Os preços de milho seguem em queda na maior parte das regiões brasileiras acompanhadas pelo Cepea. A expectativa de maior oferta tanto em termos mundiais quanto domésticos continua sendo o principal fator de pressão sobre os valores do cereal. Compradores mantêm a postura retraída e seguem à espera de quedas mais expressivas das cotações.

As baixas mais significativas são verificadas nas regiões em que há entrada da safra verão do cereal. Já em Campinas (SP), o Indicador ESALQ/BM&FBovespa reagiu ligeiro 0,2% na última semana, fechando a sexta-feira, 10, a R$ 36,04/saca de 60 quilos.

Segundo pesquisadores do Cepea, a entrada de maior volume do cereal paulista é esperada entre a segunda quinzena de fevereiro até a primeira de março, o que restringe a disponibilidade imediata do produto. Além disso, o aumento do frete e a preferência pelo escoamento da soja para os portos dificultam a entrada de cereal dos demais estados na região paulista.

Fonte: Cepea

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *