Proibição da pesca começa dia 1º de novembro em Mato Grosso do Sul

A partir desta quarta-feira (1º), está proibida a pesca esportiva e comercial nos rios Paraná, Paranaíba e Aporé, de domínio da União, na divisa de Mato Grosso do Sul com São Paulo e Paraná. Na bacia do rio Paraguai, que abrange o planalto e a planície (Pantanal), a temporada de pesca cessa à meia-noite de domingo (5).

Em ambas as bacias, a proibição segue até 28 de fevereiro, correspondendo ao período de defeso ou piracema (reprodução dos peixes) determinado pelas legislações federal (Ibama) e estadual (Imasul). Na calha do rio Paraguai, é permitido o pesque-solte a partir de 1º de fevereiro, cuja modalidade começa a atrair centenas de pescadores a Corumbá.

Pesca de subsistência

No período de piracema, de acordo com a PMA (Polícia Militar Ambiental), a pesca amadora permanece aberta nos lagos das usinas hidrelétricas instaladas ao longo do rio Paraná, para a captura (10 kg de pescado mais um exemplar) de espécies não nativas e exóticas, ou seja: tucunaré, corvina, bagre africano, tilápia e bagre africano, etc.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *