Uruguai enfrenta desafios para conter a queda na área de trigo

Desde 2013, o Uruguai vem registrando uma queda consecutiva na área de plantio de trigo, associada, principalmente, a uma queda nos preços internacionais, aos custos internos e a diversos problemas de qualidade que dificultam a comercialização.

A Direção de Estatísticas Agropecuárias (DIEA) do Minisério da Pecuária, Agricultura e Pesca do país estimou que a área de plantio de trigo na safra 2016/17 seria de 222.000 hectares. Este número está 30% abaixo da área 2015/16 e representa a menor área de trigo desde a safra 2006/07.

Jorge Beceiro, gerente de Insumos e Sementes da Copagran, disse que para fazer uma avaliação apropriada da produção de trigo no país, é necessário analisar o cereal como parte de um sistema produtivo.

“Para que os cultivos de inverno deixem de ser 30% da área de verão, o trigo tem que crescer. O cenário comercial, no entanto, não está acompanhando. É um desafio encontrar um modo para que o trigo ocupe um lugar nos sistemas produtivos”, disse.

“O trigo é uma incógnita para 2017”, disse o gerente técnico da Calmer, Roberto Verdera. “Temos uma boa colheita de trigo em rendimento e acreditamos que em qualidade também”, apontou.

Fonte: TodoElCampo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *