Corumbá busca criar o chamado “Pacto por Corumbá” em busca de desenvolvimento para a região

0
1

Executivo e Legislativo da cidade realizam discussões sobre parceria para conquistarem uma cadeira representativa na esfera Estadual e Federal

 

Executivo e Legislativo buscam parceria para conquistar cadeira na esfera Estadual e Federal

Corumbá não tem representação na política Estadual e Federal, o que dificulta na criação e votação de projetos para o desenvolvimento da região do Pantanal, com isso os parlamentares municipais e o Executivo decidiram se unir e traçarem o chamado “Pacto por Corumbá”. A união das forças visa formar representantes para disputar as bancadas estadual e federal, a discussão em caráter inicial, aconteceu na última sexta-feira, 11 de agosto, no plenário da Câmara Municipal, onde vereadores e o prefeito Ruiter Cunha de Oliveira foram favoráveis a implantação do projeto político para a região.

De acordo com Evander Vendramini, “A História mostra que, muitas vezes, nós falhamos. Não é possível que a gente que está no mandato nesse momento nos permitamos continuar errando. Em 2014, tivemos 35 mil votos em candidatos da terra, mas também tivemos mais de 17 mil votos em candidatos de fora. E isso acontece porque não alertamos a nossa população da necessidade de ter representantes. Quando vai chegando o momento das eleições, os partidos começam a fazer conchavos e soltar candidatos sem condições nenhuma. Na última eleição, tivemos 12 candidatos de Corumbá que obtiveram desde 60 até 4 mil votos e dificultaram a eleição”, destaca Evander Vendramini

Para o parlamentar Domingos Albaneze, “Corumbá é uma cidade extremamente receptiva e não vamos ficar brigando com candidatos de fora. O importante, primeiramente, é nos despir das vaidades pessoais. É importante mais que o discurso, mas ações porque, na hora da decisão, muitas vezes, não se pensa na cidade. Corumbá vive o momento de falta de liderança, de representatividade. Temos que cuidar de ter candidatos da terra, poucos e bons”, pontua vereador.

Já o prefeito de Corumbá, Ruiter Cunha, que foi um dos candidatos que em 2014 não alcançaram o número de votos para assumir a cadeira da Assembleia Estadual devido ao rateio de votos em vários candidatos na região, considerou de extrema importância a discussão iniciada na Câmara de Corumbá, porém é o primeiro passo em busca de um projeto que legitimamente atenda aos interesses da população.

Segundo prefeito, “Penso que essa iniciativa precisa ter um planejamento para que, nas próximas (reuniões), a gente agregue mais atores importantes a esse processo: empresários, industriários, segmento de trabalhadores, de bairros, enfim, precisamos dialogar com essas pessoas para que elas entendam também que se Corumbá tiver representatividade será muito mais fácil fazer a cidade avançar. O Pacto por Corumbá se faz mais importante diante das discussões sobre a reforma política que vêm permeando o cenário nacional. Dentro de algumas dessas propostas já debatidas, a estratégia de diminuir o número de candidatos locais para a eleição torna-se ainda mais necessária”, conclui prefeito Ruiter Cunha.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here