Na Capital, protesto é realizado contra cortes de recursos na Educação feito pelo Governo Federal

Foto: Fernanda Palheta/Site Campo Grande News

Desde às 8h da manhã desta terça-feira, 13 de agosto, professores, estudantes e cidadãos simpatizantes ao movimento de Paralisação Nacional em Defesa da Escola Pública estão em protesto nas ruas do centro de Campo Grande. A manifestação é um protesto contra os recentes cortes no orçamento do Ministério da Educação e a mudança no pagamento de professores temporários.

Estima-se que cerca de 200 escolas públicas, das 292 unidades da Capital, fecharam os portões hoje para que os educadores fizessem essa paralisação em prol da educação pública do Estado e do País, já que o movimento questiona medidas do governo Federal.

 A reforma da Previdência e o Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação) também são outras duas pautas que entram dentro da paralisação.

De acordo com o Sindicato Campo-Grandense dos Profissionais da Educação Pública (ACP/MS) a expectativa é de que mais de cinco mil professores apoiem a paralisação até o final de toda a agenda do movimento (13).

Confira os locais de concentração para o ato, conforme o site da Fetems:

Amambai: Praça Valêncio de Brum – 9h Aquidauna: Praça dos estudantes (ainda sem horário definido) Campo Grande: Praça Ary Coelho – 9h Coxim: Posto Esquinão – 7h Dourados: Praça Antônio João 8hs Jardim: Praça do Encontro – 9h Nova Alvorada do Sul: BR 163 (Saída para Campo Grande-MS) – 9h Nova Andradina: Praça Brasil – 8h Paraíso das Águas: Em Frente a Escola Estadual Vereador Kendi Nakai – 9h

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here