No Dia Mundial do Autismo, evento detalha peças da campanha em favor de pessoas com a síndrome

 

O Dia Mundial de Conscientização do Autismo foi celebrado na terça-feira, dia 2 de abril. A data, estabelecida em 2007 tem por objetivo difundir informações à população sobre o autismo e assim reduzir a discriminação e o preconceito que cercam as pessoas afetadas por esta síndrome neuropsiquiátrica. Os transtornos do espectro autista englobam uma série de manifestações que variam de paciente para paciente.

Por se tratar de um assunto de saúde pública que passou a ser debatido recentemente, a temática do autismo ainda é rodeada por tabus. Para tanto, surgem movimentos em diversas regiões brasileiras para informar a população a respeito do autismo e de como a inclusão dos detentores desse transtorno pode ser promovida de forma simplificada. Estima-se que o Brasil tenha 2 milhões de pessoas com autismo.

Relatório do ano passado do Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos mostrou um aumento de 15% em dois anos no número de crianças que têm o transtorno do espectro autista. Isso significa 1 caso para cada 59 crianças, contra 1 em cada 68 – índice divulgado em 2016. No Brasil, estima-se que cerca de 2 milhões de pessoas possuem o transtorno do espectro autista.

FEIJOADA DA SOLIDARIEDADE – Com foco no auxílio e divulgação do trabalho prestado por entidades filantrópicas, a Feijoada da Solidariedade de 2019 vai auxiliar a Associação dos Familiares de Pessoas com Transtorno do Espectro Autista de Aquidauana e Anastácio. Sendo assim, a escolha do Dia Mundial de Conscientização do Autismo para lançar a arte da camiseta do evento foi estrategicamente pensada. Neste ano, a Feijoada da Solidariedade acontecerá no dia 6 de julho, a partir do meio-dia, na Santo Cruz Arena Show, em Aquidauana.

Idealizadora do evento, a médica Viviane Nogueira Orro explica que “o autismo pode se manifestar de diversas formas, desde a mais leve até a mais severa. É um assunto que precisa ser tratado com carinho, atenção em preocupação. Os setores de educação e saúde precisam se atentar a essa causa. O evento vem para conscientizar, divulgar e acolher essas pessoas e os familiares dos autistas. A Feijoada vai trabalhar bastante, conta com o apoio de todos para arrecadar fundos para a construção da sede dessa Associação, que prestará um importante serviço para toda a região”.

O deputado estadual Felipe Orro (PSDB), apoiador da Feijoada da Solidariedade, pontua que “trata-se de uma síndrome que até há pouco tempo era um tabu nas famílias. Esperamos que, através da Feijoada da Solidariedade, possamos divulgar ainda mais o trabalho da Associação e ampliar a assistência às pessoas que têm autistas na família”, declarou Felipe Orro.

ASSOCIAÇÃO – Fundada em 8 de junho de 2018, a Associação dos Familiares de Pessoas com Transtorno do Espectro Autista atende cerca de 20 famílias e aumenta cada dia mais sua rede de atendimento. A presidente da Associação, Adriana Ferreira Duarte, destaca que o grupo realiza reuniões, conscientizações e visitas às escolas para divulgar a temática do autismo, mas necessitava de uma parceria importante para estruturar o grupo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here