ALMS divulga nota de esclarecimento sobre “Operação Grãos de Ouro” do GAECO

Após ter a visita do GAECO (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado), na tarde desta quarta-feira (09-08),  a Assembleia Legislativa divulgou nota em esclarecimento.

Confira a nota na íntegra:

Em razão das notícias veiculadas sobre operação “Grãos de Ouro” do Gaeco, a Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul tem a esclarecer que não é alvo da investigação e, igualmente, nenhum parlamentar.

O fato ocorrido no prédio da Assembleia Legislativa, nesta manhã, decorre de mandado contra o servidor efetivo Marcos Antonio Silva de Souza, que não foi preso. A promotora de justiça Cristiane Mourão, acompanhada de Marcos Antonio, verificou – única e exclusivamente – a mesa do servidor, sem que nada tenha sido levado.

O funcionário está cedido ao gabinete do deputado Paulo Corrêa, que – reforçamos – não é alvo de nenhuma investigação. A Assembleia Legislativa apoia as apurações e aguarda o total esclarecimento dos fatos.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *