Polícia

PMA autua gaúcho em R$ 1,5 mil por ampliar rancho em área protegida de matas ciliares do rio Miranda

Uma equipe de Policiais Militares Ambientais do Grupamento de Águas do Miranda em Bonito, realizava fiscalização no município na região conhecida como Pesqueiro do Noé, a 60 km da cidade de Bonito e localizou ontem (6), a ampliação e reforma em alvenaria de um rancho pesqueiro, à margem do rio Miranda, dentro da área de preservação permanente (APP) de matas ciliares, que é protegida por lei. O infrator construía sem autorização ambiental.

A PMA interditou as atividades. O infrator (61), residente em Canoas (RS), foi autuado administrativamente e multado em R$ 1.500,00 pela construção ilegal. Ele também responderá por crime ambiental de degradar área de preservação permanente (APP) e, se condenado, poderá pegar pena de detenção, de um a três anos.

O autuado também foi notificado a apresentar projeto de recuperação de área degradada e alterada (PRADA) junto ao órgão ambiental.