Deputado Elizeu Dionizio apresenta ao CREDN requerimento para debater sobre a participação de brasileiros no Programa Jovens Profissionais da ONU

Audiência Pública vai debater propostas para aumentar a participação, uma vez que, a entidade disponibiliza cargos remunerados a profissionais qualificados. 

O deputado federal Elizeu Dionizio (PSB-MS)  apresentou nesta quarta-feira (16/05), durante reunião da Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional (CREDN), Requerimento 263/2018 para realizar audiência pública na Câmara dos Deputados com objetivo de debater a pequena representação de brasileiros no Secretariado da ONU (Organização das Nações Unidas).

Segundo o parlamentar, “levantamento do corpo diplomático na missão do Brasil junto às Nações Unidas, em Nova York, aponta que só  184 brasileiros trabalham no Secretariado da ONU, enquanto o total de funcionários é de 38.420”, enfatizando que “de 70 cargos de subsecretários-gerais e 75 secretários-gerais assistentes, apenas um cargo de alta chefia é ocupado por brasileiro”.

Deputado destaca também a importância do debate, porque na análise  dos postos de alta chefia, que totaliza 2.580 cargos, mostra que o Brasil possui apenas 24 representantes nessas posições, enquanto  Gana possui 33;  Nigéria , 32; Camarões e Egito, 30 cada um.

A audiência pública é um passo muito importante para despertar o interesse de profissionais qualificados em ingressar nos quadros da ONU através da divulgação dos cargos disponíveis no Secretariado e no Programa de Jovens Profissionais (Conhecido como YPP Sigla em inglês), o parlamentar, enfatiza que “são cargos remunerados que exigem capacitação técnica elevada, pessoas com títulos acadêmicos”.

O requerimento propõe a participação na audiência pública de  representantes da ONU; do Ministério das Relações Exteriores; e da Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior.

O texto apresentado hoje já está pautado para votação na próxima reunião da CREDN, que acontece no dia 22.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *