Ao utilizar a Tribuna durante sessão ordinária, o deputado estadual Lidio Lopes defendeu o atual projeto do plano diretor do Município de Campo Grande, e solicitou uma audiência pública para discutir sobre a proposta que sendo contestada pelo Ministério Publico Estadual.

Segundo parlamentar, o Ministério Público aponta que, o projeto precisa ser alterado e incluir coeficiente único em toda a área urbana da Capital, ou seja, em um terreno de mil metros quadrados, caso se sobreponha o coeficiente 1 pode-se construir mil metros. No projeto atual existem 13 áreas, com limite de coeficiente de aproveitamento 6.

Para o deputado estadual Lidio Lopes,“Em 2006 tive a oportunidade de participar das discussões do Estatuto das Cidades, justamente para debater sobre o Plano Diretor dos municípios. O projeto também passou por discussão técnica na OAB/MS, onde também estive presente e agora o MP está pedindo para mudar o Plano Diretor”, disse Lidio Lopes.

Ainda conforme o parlamentar, “Se não aprovar da maneira que querem , o prefeito e os vereadores da Capital poderão sofrer improbidade administrativa. Isso nos preocupa. O MPE precisa rever essa questão. Vamos promover uma audiência pública para rediscutir o Plano Diretor e chamar os vereadores”, conclui.