Presidente da Câmara de Bodoquena diz que setor turístico cresceu muito nos últimos três anos

Presidente da Câmara Mano concede entrevista a Eli Sousa _ Impacto MS

Vereador Mano Pereira, presidente da Câmara Municipal de Bodoquena, afirmou esta semana que o município de Bodoquena vem fortalecendo o setor econômico ligado ao turismo, principalmente com ações de fomento que estão sendo realizadas no município nos últimos três anos.

Mano Pereira recebeu o jornalista Eli Sousa, na tarde da última quinta-feira, e o presidente da União das Câmaras de Vereadores de Mato Grosso do Sul, Jeovani Vieira, e na ocasião concedeu entrevista às rádios Diamante FM e Segredo FM abordando o apoio que a Câmara de Vereadores dá à administração municipal no âmbito do fomento do turismo.

Mano Pereira reconheceu que, em se comparando com Bonito, o município de Bodoquena está engatinhando. Mas admite que houve um crescimento considerável nos últimos anos no número de turistas que visitam a cidade para contemplarem as belezas naturais de Bodoquena que não deixam nada a desejar em se comparando com Bonito.

“A Câmara Municipal de Bodoquena tem feito a sua parte no sentido de auxiliar e apoiar todas as ações emanadas do Poder Executivo, de tal sorte que o prefeito Kazu possa desenvolver projetos e programas que incentivem ainda mais essa atividade econômica tão importante que é o turismo, em especial o contemplativo muito praticado aqui em nosso município” disse o presidente da Câmara.

CARNAVAL – Analisando a realização do reinado do Momo em Bodoquena neste ano, o presidente da edilidade disse que transcorreu num clima de harmonia e tranquilidade com o registro de um grande número de foliões entre quais muitos turistas das mais diferentes regiões de Mato Grosso do Sul e de outros estados.

Para o presidente, o fato de várias cidades da região, om tradição nos festejos carnavalescos não terem realizado a festa neste ano, contribuiu para que o carnaval de Bodoquena contasse com um maior número de participantes. “Recebemos bem quem vem nos visitar e vamos procurar melhorar ano a ano a receptividade aos nossos turistas”.

Nesse ponto ele defende a tese de que os recursos auferidos pelo município com o ICMS Ecológico sejam todos aplicados nas melhorias do setor turísticos. Ele cita o caso de estradas que dão acesso a pontos turístico que precisam de investimentos e que podem ser feitos a partir da utilização dos recursos dessa fonte de renda municipal que é o ICMS Ecológico.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here