PRF aprende 250 quilos de cocaína, avaliada em R$ 20 milhões, que seria comercializada na Europa

Mais uma grande quantidade de droga, 250 quilos de cocaína, foi apreendida na quarta-feira (18), Dessa vez, a ação foi realizada PRF (Polícia Rodoviária Federal) na BR-463, e o que chamou a atenção dos agentes foi o estado da droga que, visivelmente, parece se tratar da cocaína em seu estado mais puro, ou seja, com alto valor comercial. A suspeita é de que ela tivesse destino certo, Europa, e que os 211 tabletes pudessem render até R$ 20, 7 milhões.

De acordo com a polícia, a droga estava em um fundo falso de um caminhão, carregado de milho, e iria para o porto de Santos para depois ser levada à Europa.

No Paraguai, o quilo da cocaína é estimado em 5 mil dólares. Já em  São Paulo gira em torno de 7 mil dólares e na Europa 20 mil dólares. Com a cotação da moeda americana em R$ 4,14, se confirmado os 250 kg, a droga foi carregada com valor estimado de R$ 5,1 milhões e poderia ser vendida, na Europa, por R$ 20,7 milhões.

A droga, carreta e o motorista foram encaminhados para a Polícia Federal do município de Dourados.

Essa é a segunda carga grande encontrada em um único dia. Em Ponta Porã, 230 quilos de cocaína foram apreendidos na MS 386 pela Polícia Militar Rodoviária. Não foi informado se o entorpecente tinha o mesmo valor comercial que a droga encontrada em Dourados, pois o valor varia conforme a pureza da substância.

Visto que no tráfico de drogas há o chamado processos de refino, ou seja, para ter mais lucratividade durante as vendas, a cocaína ganha adição de mais e mais substâncias  que podem ser desde farinha, bicarbonato de sódio até aditivos tóxico como o medicamento anti-hemíntica usada para matar vermes parasitas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here