Procon fará atendimento especial na Black Friday

O Procon estadual estará nas ruas, nesta sexta-feira (29), dia ‘D’ da campanha Black Friday. A data é marcada por grandes descontos, oferecidos por inúmeras lojas no Brasil e no mundo.

Para garantir que o consumidor não seja enganado, o órgão estadual terá equipes nas ruas centrais e nos shoppings da Capital para atender o cidadão que tiver dúvidas ou problemas a serem encaminhados, em tempo real.

Além do atendimento na sede do órgão, localizada na Rua 13 de Junho, uma unidade móvel estará na rua Barão do Rio Branco entre Calógeras e 14 de Julho, desde as sete horas da manhã e servidores ficarão circulando pelas ruas centrais à disposição daqueles que tiverem dúvidas ou se sentirem prejudicados.

No sentido de proteger o cidadão, o Procon orienta as pessoas a tomarem todas as precauções e verificar se, realmente, se trata de promoções confiáveis ou se há possibilidade de cair em alguma armadilha, no que muitos já se referem como “black fraude” e estão atentos para não adquirirem objetos “pela metade do dobro” do preço, quando fornecedores reajustam os valores para “maquiar” descontos.

Nesse sentido oórgão orienta as pessoas que necessitam adquirir algum produto e que estão aguardando a promoção, que ainda há tempo para passar pelas lojas que comercializam o item pretendido e o fotografar ou, de alguma maneira, registrar o preço atual para depois avaliar se, realmente, está conseguindo algum benefício, e se a loja está realizando o que promete.

“A grande maioria dos estabelecimentos comerciais age com honestidade”, afirmou o superintendente do Procon Estadual, Marcelo Salomão, entretanto é sempre bom o consumidor ficar atento para possíveis ações indevidas.

“Verificar antecipadamente os preços daquilo que se pretende comprar será interessante até como forma de inibir abusos que possam estar sendo programados”, orienta o superintendente.

Outro fator que deve chamar a atenção dos consumidores trata-se das compras virtuais. A orientação é que os pretensos compradores fiquem atentos para não caírem em armadilhas. Para isso nunca deixem de se certificar que o site é confiável.

Uma das primeiras providências é verificar a existência de um ícone de cadeado em algum lugar da página inicial. Além disso, para ficar mais seguro o consumidor pode acessar o site do Procon estadual onde consta uma lista de sites não confiáveis. “Toda a atenção é indispensável para aquisições, seja de qual produto for, de maneira virtual” reafirma Salomão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here