Semana do Artesão celebra obras e mestres em sete dias de muita cultura gratuita ao público

Serão sete dias intensos de valorização cultural, com gastronomia, música, dança, oficinas, poesia e claro, muito artesanato. Em sua 11ª edição, a Semana do Artesão contará com eventos na Cidade do Natal, na Casa do Artesão, Morada dos Baís, Assembleia Legislativa, Centro Cultural José Octávio Guizzo, Praça dos Imigrantes e bairro Moreninhas. Tudo com entrada franca.

Os eventos homenageiam artistas, divulgam e ampliam a comercialização do artesanato sul-mato-grossense e proporcionam o intercâmbio entre aqueles que utilizam as mãos como instrumento de trabalho e que comemoram no dia 19 de março comemoram sua data.

18 de março (domingo) – Sarau das Artes

  • Feira de artesanato, gastronomia, música, dança e poesia.
  • Local: Cidade do Natal – Altos da Afonso Pena
  • Horário: das 9h às 16h

19 de março (segunda) – Dia do Artesão na Casa

  • Exposição de artesanato dos homenageados pelas entidades de artesanato.
  • Local: Casa do Artesão de Campo Grande
  • Abertura: 16h
  • Apresentação musical: Guga Borba

20 de março (terça) – Noite Cultural

  • Exposição do trabalho do artesão João Manuel, música, dança, sorteio de brindes.
  • Local: Morada dos Baís – SESC/MS
  • Abertura: 18h
  • Apresentações: Choro Opus Trio, grupo de dança de salão Bailah, Vitor Pirralho e Jorge Calheiros (repentistas/cordelistas de Alagoas)

21 de Março (quarta) Noite Honrosa

  • Solenidade de entrega da Medalha Conceição dos Bugres aos artesãos de destaque em 2017.
  • Local: Assembleia Legislativa de MS
  • Abertura: 19h

22 de março (quinta) – Oficina de Ecobags

  • Abertura da oficina de produção de Ecobags que será ministrada por Isabel Muxfeldt às segundas, terças e sextas, no bairro Moreninha, com carga horária de 80 horas.
  • Local: Rua Oires 183, Moreninha I
  • Abertura: 14h

23 de março (Sexta) – Oficina de Cerâmica: Onça Pantaneira

  • Abertura da oficina de cerâmica com foco na criação de onças do Pantanal que será ministrada por Rodrigo Avalhaes de terça a sexta, das 17h30 às 21h30, com carga horária de 100 horas.
  • Local: Centro Cultural Otavio Guizzo
  • Abertura: 17h30

24 de março (sábado) – Café com Arte

  • Café da manhã em homenagem aos artesãos, feira de artesanato e apresentações culturais.
  • Local: Praça dos Imigrantes
  • Horário: das 9h às 16h
  • Apresentação musical: Grupo Sampri e Tempero do Samba

    Nossa arte

    Atualmente o artesanato de Mato Grosso do Sul é reconhecido em todo território nacional e internacionalmente graças a sua peculiaridade, técnicas agregadas, qualidade, identidade cultural e formato adequado ao mercado.

    Retrata costumes, tradições e demais referências culturais de nosso Estado e é produzido, em grande parte, com matérias primas locais, manifestando a criatividade e a identidade cultural do povo sul-mato-grossense.

    As peças artesanais trazem à tona temas referentes ao Pantanal; às populações indígenas; ao intercâmbio cultural favorecido pelas divisas, pelas fronteiras com Paraguai e Bolívia, bem como pelo movimento migratório de várias partes do país e do mundo para o Estado.

    A Fundação de Cultura planeja, promove, incentiva e executa ações que buscam o desenvolvimento desta forma de expressão e arte por meio da Gerência de Desenvolvimento de Atividades Artesanais, cujo objetivo é a valorização do produto e do fazer artesanal, proporcionando a geração de emprego e renda, a inclusão social e, consequentemente, a melhoria da qualidade de vida das pessoas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *