Campo-grandense diz que Cemitério Santo Antônio virou ponto de usuários de crack e outras drogas

Entrada principal do Cemitério Santo Antônio, divisor entre a região central e os bairros da Capital _ Divulgação

Mais tradicional cemitério público de Campo Grande, o Santo Antônio, está se transformando em ponto de reunião de consumidores de drogas, em especial do famigerado crack, uma das mais letais entre as drogas derivadas da cocaína.

Denúncia de uma campo-grandense, cuja identidade será preservada, relata que usuários de drogas, em especial do crack, passaram a utilizar o cemitério como de encontro para o uso compartilhado do entorpecente. Ela diz que toda sua família está enterrada no Cemitério Santo Antônio, motivo pelo que sempre se desloca ao local para visitar os túmulos de seus entes queridos, entre pai, mãe e irmãos.

“No entanto, desde alguns meses para cá, estou como medo de ir ao cemitério, pois, toda vez que chego lá é um amontoado de moradores de rua, usuários de entorpecentes atropelando a gente e pedindo moedinhas para supostamente comprar alimentos” relata.

Professora aposentada, a denunciante diz que não tem nada contra os moradores de rua. Porém, ela lembra que o Cemitério Santo Antônio, assim como os demais campos santos da cidade, são bens públicos que precisam ser preservados de alguns inconvenientes. Ela diz que sabe que o cemitério é administrado por uma empresa terceirizada, mas entende que a Prefeitura tem responsabilidade de garantir a segurança de quem visita o local.

Por fim, ela lembra que o Cemitério Santo Antônio tem até certo status de ponto turístico, pois, por se tratar do primeiro campo santo da cidade, ali estão enterrados os pioneiros que fundaram Campo Grande, como José Antônio Pereira, e os líderes políticos históricos do município, como Vespasiano Martins, que liderou a Revolução de 1932 e se tornou govenador do efêmero Estado de Maracaju criado com a proclamação da independência Sul do então Estado de Mato Grosso uno.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here