Estadual de futebol começa no dia 22 com apoio do Governo do Estado

O estádio Morenão passará por uma reforma e será um espaço multiuso (Foto: Edemir Rodrigues)

O campeonato estadual de futebol que começa no próximo dia 22 recebeu neste ano um importante apoio do Governo do Estado, e a expectativa é de isso reflita no aumento do público nos estádios. Além do repasse de R$ 822,69 mil aos clubes, a administração estadual e a Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) farão a reestruturação do estádio Pedro Pedrossian, o Morenão.

O Termo de Fomento nº 29.504/2020, que designa apoio financeiro de R$ 822,69 mil aos clubes de futebol do Estado para a disputa do Campeonato Sul-Mato-Grossense Série A 2020, foi oficializado no Diário Oficial de Mato Grosso do Sul (DOE) desta quarta-feira (08.01). O valor representa incremento de 30% em relação ao valor destinado ao campeonato do ano passado.

Com o aporte financeiro, o Governo do Estado, por meio da Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte), auxilia os clubes nas despesas da competição, como taxa de arbitragem (árbitros, delegado da partida e observador de arbitragem) e hospedagem e alimentação nos jogos como visitante. Ajudará também no custeio de materiais esportivos (uniformes de jogo e de passeio/viagem aos jogadores e membros da comissão técnica, e instrumentos a serem utilizados nos treinamentos).

Segundo o diretor-presidente da Fundesporte, Marcelo Ferreira Miranda, o apoio é uma motivação a mais para os 10 clubes participantes. “Conversei com os representantes dos clubes e, de forma transparente, justificaram e acordamos que esse recurso a mais será utilizado em materiais esportivos. Após a confirmação, alguns clubes se motivaram a participar do campeonato em função disso. Algumas equipes estavam cogitando nem participar”.

De acordo com a Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul (FFMS), o Campeonato Sul-Mato-Grossense tem início em 22 de janeiro e prossegue até 26 de abril. Conforme a tabela divulgada pela entidade, serão 59 jogos no total. Participarão neste ano Esporte Clube Comercial e Operário Futebol Clube (Campo Grande); Aquidauanense Futebol Clube (Aquidauana), Costa Rica Esporte Clube (Costa Rica); Sociedade Esportiva Pontaporanense (Ponta Porã), Sociedade Esportiva Recreativa Chapadão (Chapadão do Sul); Esporte Clube Águia Negra (Rio Brilhante); Corumbaense Futebol Clube (Corumbá); Clube Esportivo Nova Andradina (Nova Andradina) e Maracaju Atlético Clube (Maracaju).

Reestruturação do Morenão

O projeto de reformulação estrutural do Estádio Universitário Pedro Pedrossian, o Morenão, terá início após o Campeonato Estadual. A praça esportiva será transformada em arena multiuso, agregando o desporto, cultura e lazer. O investimento será de R$ 4,5 milhões, proveniente do Fundo Estadual de Defesa do Consumidor, vinculado à Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor de Mato Grosso do Sul (Procon-MS).

O projeto técnico e científico de revitalização foi elaborado pela Coordenadoria de Obras e Projetos, da Pró-Reitoria de Administração e Infraestrutura da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS). O plano inclui obras infraestruturais de acessibilidade, novos banheiros, cobertura do fosso ao redor do gramado e construção de elevador na parte externa, na entrada principal do estádio, com acesso às cobertas (setor de cadeiras e arquibancadas). Além disso, haverá reforma no sistema elétrico e de prevenção a incêndios e construção de uma plataforma para cadeirantes no espaço atual do fosso.

Em caráter emergencial, o local estará apto a receber torcedores com segurança e comodidade já para o início da competição.  A primeira partida no estádio da Capital ocorrerá em 1º de fevereiro, às 15 horas, entre Esporte Clube Comercial, de Campo Grande, e Esporte Clube Águia Negra, de Rio Brilhante. Os reparos pontuais para que a bola role estão sendo realizados pela FFMS junto à UFMS, que incluem correção de armaduras expostas em vigas, rachaduras, recuperação da manta asfáltica da marquise para evitar infiltrações e gotejamento, instalação de placas de identificação e advertência, adequação do sistema elétrico e revitalização da rampa principal de entrada (esplanada). Esta primeira etapa de reformas não terá participação direta do Governo do Estado. (Com informações de Lucas Castro da Fundesporte). 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here